bootstrap modal popup

SENHA 44

- Ensino Profissional e Público Geral -



Esta história poderia ser perfeitamente banal, não fosse o seu protagonista ter superpoderes.

A ideia de vermos um super-herói de fato de licra e capa esvoaçante na sala de espera de uma repartição de Segurança Social parece-nos, à primeira vista, absurda. Mas pausemos o real. E se existisse efetivamente um "salvador das estrelas" em Portugal? Um super herói de capa e máscara, a voar pelos céus combatendo a fúria da natureza e o pior do banditismo? Como seria a sua situação profissional? Teria horário? Um contrato de trabalho? Oferecido por quem...? Pois.

"Estar a recibos" é hoje o quotidiano de milhares de pessoas que, nem sempre a par da legislação como deveriam, acabam por ficar em situação de dívida sem saber. "Estar a recibos" é mais vantajoso para as empresas do que contratar um trabalhador. "Estar a recibos" pode ser a única opção para milhares de jovens de fazer parte do mercado de trabalho. E a pensar nos milhares de criativos e criadores, intérpretes, artistas, designers, fotógrafos, advogados, professores e um sem-fim de outras profissões de que nunca ninguém se lembra ou pensa que possam estar em situação precária, surge esta espécie de análise ao GUIA PRÁTICO - INSCRIÇÃO, ALTERAÇÃO E CESSAÇÃO DE ATIVIDADE DE TRABALHADOR INDEPENDENTE, redigido pela Segurança Social, que não é fácil. E sim, está escrito em português (já sabemos que não parece). Se não acredita, pode consultá-lo aqui.

Mas afinal, o que é o recibo verde? Como funciona? Para que serve? Quais são os direitos e deveres do cidadão contribuinte em situação de trabalho independente? Qual é o procedimento após a cessação do período de isenção de contribuições à Segurança Social? A resposta a estas e outras questões pode ser dada em primeira mão por V-Man, à medida que vai sendo esclarecido pelo extremamente competente Sr. Adelino.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA 

Valério Valente era um ser feliz: tinha uma vida tranquila, fazia o que gostava e tinha uma legião de fãs que o adoravam. E apesar de conseguir voar, ter uma força extraordinária e conseguir regenerar-se quase à velocidade da luz, sentia-se parte daquele planeta que o tinha acolhido… até ao dia em que palavras como “indexante”, “coima” e “contribuição” impuseram presença no seu dia-a-dia. V-Man, o primeiro super-herói a recibos verdes, estava agora perante o pior inimigo de todos: estaria ele à altura de enfrentar a Burocracia?


Texto Original: Suzanna Rodrigues Encenação: AtrapalhArte 

Interpretação: Cristóvão Carvalheiro e Paulo Ribeiro 

Cartaz: Carvalheiro Design Duração: 60 minutos Classificação: M 6

REQUISITOS TÉCNICOS Espaço: 6,50 x 6,50 (3 metros de altura) Som: disponibilizado pela companhia 

EQUIPA DE TRABALHO AtrapalhArte: 2 atores + 1 técnico de som


No final do espetáculo, haverá uma sessão de esclarecimento, que permite aos alunos colocarem questões e esclarecerem dúvidas acerca do espetáculo que viram. Também será possível as turmas tirarem fotos com o cenário e elenco.

MORADA
Travessa Vale do Rosal, Lote7 1º Esq
3040-321Coimbra, Portugal


CONTACTOS
Produção - 912 097 195 | atrapalharte@atrapalharte.pt

Serviço Educativo - 915 696 862  | turmas@atrapalharte.pt

Agradecemos a sua mensagem!